Prefeito convoca presidente e gerente da Corsan e pede soluções na falta de água

0
364
Para o prefeito é injustificável que mesmo após a inauguração do reservatório de 3 milhões de litros de água, ainda falte água. Foto: Carlos Borges.

A falta de água em vários bairros da cidade motivou uma reação enérgica do prefeito Fedoca Bertolucci (PDT): quarta-feira, 7, e quinta-feira, 8, ele convocou o gerente da Corsan em Gramado, Neocir Zorzo, e o presidente da Companhia, Jorge Melo, para dar explicações sobre o desabastecimento.

Mesmo antes de assumir a gestão, Fedoca buscou o diálogo com a Companhia para que sejam solucionados os históricos problemas no abastecimento de água e também no tratamento de esgoto. A partir da assinatura de um contrato em março de 2017, a Corsan se comprometeu com a Prefeitura em executar medidas de curto, médio e longo prazo.

E, foi em virtude de algumas dessas medidas, que ocorreu uma gradativa redução na vazão do abastecimento de água nos últimos dias, ocasionando a falta em algumas partes da cidade.

Para o prefeito é injustificável que mesmo após a inauguração do reservatório de 3 milhões de litros de água, ainda falte água. “Conversamos sobre os problemas que estão ocorrendo e eles anunciaram uma série de obras que estão sendo realizadas para melhorar o serviço atendendo assim a nossa exigência”, comenta.

Melo e Zorzo explicaram ao chefe do executivo que algumas manobras de adequação na Estação de Tratamento de Água (ETA II) em Canela foram executadas como a nova adutora de 600mm que está em fase final de implantação com 2.800m de rede, para o recebimento de água bruta, que é tratada no local abastecendo Gramado e também parte do município vizinho, por segundo são 240 litros tratados. As ações garantem a melhoria do sistema para que a unidade possa receber mais água para o tratamento, além disso, cumprem com o acordo firmado com o Município no primeiro trimestre de 2017.

Somado a isso, ocorreu ainda a manutenção de um dos floculadores utilizados na estação para coagulação dos resíduos sólidos.

“Diversas medidas vem sendo executadas desde então. Tem cronogramas de ações onde uma obra depende da outra para darmos sequência, e estas tiveram que ser feitas nestes dias, a qual aliadas com o alto consumo e redução da adução para a obra ocasionou a queda no abastecimento e a dificuldade em restabelecer o abastecimento pleno na cidade”, explica o gerente da Corsan.

Zorzo reforça que somente nas partes mais altas dos bairros foi sentida a falta durante o dia, e na madrugada, com a redução do consumo, a água se restabelecia em partes. “Quem tem reservatório em casa conseguiu se manter. Estamos estudando novas datas para terminarmos as melhorias na ETA II e a interligação da nova adutora para minimizar ao máximo novo impacto no abastecimento”, ressalta.

Além disso, a Companhia está com o caminhão-pipa à disposição dos moradores e abastecendo os usuários que solicitam água. “Estamos com força-tarefa nas pesquisas e consertos de vazamentos, trabalhando inclusive à noite”, completa.

Fedoca garante que todas as reclamações e denúncias de falta de água no município que são repassadas à administração, são encaminhadas à AGERGS, agência reguladora dos serviços delegados, a qual possui atribuição de fiscalizar as ações da Companhia em Gramado.

Investimentos

No final de setembro foi inaugurado um reservatório para 3 milhões de litros de água com investimento de R$ 3,6 milhões. A estrutura tem amplitude para armazenar o dobro da capacidade de reservação da cidade e veio para sanar a falta de água nos períodos de alto consumo, porém em virtude da redução na vazão da rede, ocorreu essa carência no serviço.

Já para o final de novembro será entregue um reservatório no loteamento Altos da Viação Férrea, no Bairro Várzea Grande, localidade que sofre intensamente com a falta de pressão para abastecimento melhorando a qualidade daquela região. O reservatório contará com capacidade de 30 mil litros e investimento de R$ 150 mil.

Outros investimentos ainda estão sendo realizados pela Corsan e a pedido do prefeito Fedoca serão divulgados nos próximos dias.

Atendimento Corsan

Em caso de urgência recomenda-se que seja feito contato pelo telefone 0800 646 6444, pelo aplicativo ou na unidade de atendimento da Corsan na cidade. Para que as demandas sejam atendidas é necessário que ocorra o registro em um dos canais da Companhia.

Deixe uma resposta